Google Panda

Google Panda, também definido como “Farmer” foi lançado no dia 23 de fevereiro de 2011, com o objetivo de penalizar websites com baixa qualidade nos conteúdos e experiência de utilização – beneficiando websites considerados de elevada qualidade.

De acordo com a Google, o update Panda foi lançado no decorrer de vários meses e afetando 12% dos sites em Inglês. Se foi afetado por esta atualização certamente tem algo de errado no seu on-site SEO, não nos backlinks.

Outras atualizações Google
História Updates GooglePanda | Penguin | Hummingbird | RankBrain

Targets Google Panda

Algoritmo Panda tem por base vários “fenómenos” e táticas na aquisição de SERPs, incluindo:

  • Sites e conteúdos reduzidos: é possível obter ranking consideráveis com pouco conteúdo, mas os seus esforços são desproporcionalmente elevados em correlação com website que apresentem conteúdos extensivos e elucidativos. Websites com muitas páginas, mas pouco conteúdo também foram afetados
  • Conteúdo Duplicado: conteúdos replicados/copiados de qualquer fonte na internet em mais que um local. Conteúdo duplicado pode simplesmente acontecer, sem a ponderação de webmasters, marketers ou gestores de lojas, quando replicam títulos e descrições dos seus fornecedores para a loja online. A criação de conteúdos próprios irá beneficiar nos SERPS ao mesmo tempo que adapta o tom de voz à sua marca/organização.
  • Content farming: elevado número de páginas com reduzida qualidade, habitualmente agregadas de outros websites. Por exemplo, uma content farming poderá ter um número de escritores que apenas copiam conteúdos com um pequeno copy na finalidade de obterem rankings para várias palavras-chave.
  • Elevado rácio de anúncios-conteúdo: páginas desenvolvidas com o único propósito de mostrar ads aos visitantes para lucro ao invés de criaram conteúdos originais.
  • Excessiva otimização On-site e Colocação de Palavras-chave: a simples inserção da palavra chave no título, descrição, h1 e conteúdos já não é o primordial fator de ranking. A colocação de sinónimos e conteúdo relevante é o caminho a seguir.
  • Autoridade e Credibilidade: a criação de conteúdos por fontes não confirmadas ou verificadas. A utilização de SSLs, autoridade do domínio e páginas são fatores de relevo.

Como sei se fui afetado pelo Panda?

O primeiro sinal de uma possível penalização é a drástica redução de trafego orgânico no seu website, com base na data da atualização do algoritmo.

Imagem via neilpatel.com

No entanto, não só a quebra de tráfego e rankings é o único fator a ter em conta. Deverá visualizar se algum concorrente está a ter um desempenho superior ao seu, verificar penalizações manuais (visualiza Google Search Console), a sazonalidade do seu negócio, ou qualquer outra atualização da Google que esteja a afetar para além do Google Panda.

Estratégias para Recuperar

Na indústria SEO, a atualização Panda foi considera um update de difícil recuperação. No entanto, poderá tomar as devidas precauções e melhorias para melhoras a qualidade e subsequentemente recuperar:

  • Reduzir e até mesmo eliminar conteúdo e páginas duplicadas
  • Adicionar conteúdos originais começando pelas melhores páginas
  • Abandonar práticas de Farming
  • Melhorar a qualidade dos conteúdos para se sejam credíveis, relevantes autoritários e ajudem os utilizadores
  • Rever o rácio entre os anúncios e textos
  • Rever e curar conteúdos gerados por utilizadores para se sejam originais e não contenham erros

De forma geral, as melhorias visam a qualidade dos conteúdos, indexação e a remoção de práticas que não auxiliam ou transmitem a melhores experiências aos seus utilizadores e/ou clientes. Comece por melhorar os conteúdos, remover práticas de farming, rever os anúncios e aplique uma metodologia de melhoria continua para os conteúdos serem cada vez mais originais, autoritários e elucidativos.

Panda Case Studies