De acordo com um estudo realizado pela Content Marketing Statistics da Hubspot, em média as equipas de marketing alocam 28% do seu budget na criação de conteúdos. Regulares, educacionais e cativantes conteúdos de qualidade são a base para qualquer website e o pilar das estratégias de conteúdos.

Ao analisarmos em maior detalhe o estudo podemos também aferir que apenas 30% das organizações B2B consideram-se eficazes nos esforços de marketing de conteúdos. Apenas 30%! Então, o que está em falta para as restantes 70%?

Comecemos pela explicação do Inbound Marketing

A criação de conteúdos é crucial para atrair e converter visitantes em compradores, no processo e metodologia de inbound marketing. Quando captado um endereço de e-mail o utilizador tem acesso ao seu conteúdo e aí torna-se um lead qualificado através do processo de nutrição – significa que está a relacionar-se com a sua marca.

Parece demasiadamente “simples”? Apenas uma perceção errada ou correta dependendo dos esforços e eficácia que a sua empresa está a obter.

Conteúdos são o veículo para associar e influenciar a audiência com a sua marca. Mas, onde começar? Qual a melhor abordagem?

10 Recomendações que podem ajudar a sua organização na criação de conteúdo

 

  • Defina objetivos

O primordial objetivo do inbound marketing visa a atração da audiência e o relacionamento com a sua marca. O conteúdo é a extensão da empresa que irá sustentar o crescimento, posicionamento e notoriedade ao médio e longo prazo. A criação de objetivos para todas as camadas da jornada de compra é o pilar: número de visualizações, downloads, novos contactos, e novos conteúdos são algumas das métricas que deve analisar.

  • Encontre tópicos que sejam cativantes

A sua organização tem experiência e valor.  Utilize o seu conhecimento proactivamente e responda a todas as questões que o seu público alvo procura. Ao colmatar eventuais questões e objeções está a estabelecer-se como a referência “place to go” e a guiar a sua audiência no processo de compra.

  • Escolha das palavras

Uma palavra chave é simplesmente uma palavra utilizada nas pesquisas nos motores de pesquisa. Com mais de dois triliões de pesquisa realizadas este ano, ao ignorar as palavras alvo que a sua audiência pesquisa está a desperdiçar valiosas oportunidades. Como tal, necessita de efetuar uma pesquisa inicial, com base na língua e demografia, para a criação eficaz de conteúdos.

  • Envolvimento

Muitas organizações dividem os esforços na criação de conteúdos pelas suas filias, áreas e departamentos. Uma prática errada cinge-se na criação de conteúdos apenas pelo departamento de comunicações e/ou marketing e com o único recursos a uma empresa externa. Os esforços de conteúdos devem ser transversais e deve contabilizar todos os elementos e funções que possas expressar valor para a sua audiência.

  • Redes sociais é apenas um dos canais de promoção

Estamos cientes do tempo despendido nas redes sociais. A partilha dos conteúdos quando complementada com campanhas é uma ótima tática. A criação ou adaptação de conteúdos paras as redes sociais é um esforço crucial, mas não o único.

  • Conversões > Tráfego

De que serve ter milhares de visitantes se não os converte em leads, clientes e vendas? A criação de conteúdos é uma tarefa regular que deve ser pensada na estratégia de conteúdos, com analises e melhorias mensais, que visem a conversão de tráfego qualificado.

  • Qualidade e Quantidade

Qual a consistência para a criação de conteúdos? Qual a extensão? Quantas imagens devo incluir? Palavras chave de elevado volume ou de baixa competitividade?

Cada empresa tem necessidades únicas e como tal não existe uma resposta uniformizada. Obviamente, conteúdos de qualidade (extensivo e com elementos multimédia) terão melhores resultados, mas não podemos descurar outras variáveis como o SEO, o mercado alvo e a competitividade.

A estratégia inicial deve responder a todas estas questões, para que os esforços e capital alocado seja eficaz.

  • Tipos de Conteúdos

Tanto a criação de conteúdos intemporais como os artigos de correntes eventos têm o seu próprio valor. Deve focar-se em escrever algo que seja tanto hoje relevante como daqui a seis meses. A combinação de ambos os tipos de conteúdos é importante pois foca-se em distintos objetivos. Criação de conteúdos informativos ou de entretenimento irá variar consoante a estratégia de comunicação de cada organização.

  • Mix de Conteúdos

Pense além dos artigos, vídeos e infográficos. É importante a utilização de ambos nos seus conteúdos. No entanto, dependendo do mercado que esteja a explorar a competitividade pode ser elevada ou pretende diferenciar-se da concorrência. Utilize quizzes, jogos, design interativos e outros elementos que aumente a interação com a sua audiência.

  • Estratégia de Conteúdos

É crucial criar um plano editorial. Como o inbound marketing é um esforço de múltiplos departamentos e com o recurso a uma empresa externa especialista na área. A criação de um programa detalhado dos esforços pode definir o seu sucesso. Sem descurar a análise regular analítica.